terça-feira, 8 de abril de 2008

O VERDADEIRO REPRESENTANTE DE DEUS



Na Igreja Católica Apostólica Romana(ICAR) você encontra várias descaracterizações do evangelho, mas tem uma que me chama bastante atenção, o papado.

O Papa, considerado o infalível, é uma das maiores invencionices humanas para a religião. O legado papal foi criado com o intuito de monopolizar a verdade e controlar as massas. Em um claro equivoco(proposital) de interpretação bíblica.

O Pontífice é considerado o único representante de Deus na Terra, é como se apenas ele tivesse uma ligação direta com Deus. Também considerado infalível em suas atribuições como Santo Padre, ou seja, é o “cara”.

Vejamos se é verdade mesmo que o pessoal da ICAR professa:

1. A história nos mostra que o papado deixou marcas vergonhosas para o cristianismo. Os papas mataram/barbarizaram/dizimaram(vide mulçumanos, cientistas, filósofos, ateus, pensadores, protestantes, etc.) roubaram, venderam a salvação, proibiram a leitura da Bíblia, mentiram, enriqueceram a custa do povo, inventaram um outro evangelho e atrasaram o progresso da ciência(vide Terra redonda, Células Tronco, etc).

Depois disso tudo eu não tenho nenhuma condição de acreditar que o Santo Padre seja infalível, isso é uma balela, pois a história nos mostra ao contrário, mostra um papado cheio de erros, que deixaram cicatrizes que marcarão eternamente a humanidade.

2. A Bíblia nos mostra que somos embaixadores de Cristo aqui na Terra, somos representantes do seu Reino. Cristo não elegeu nenhum representante individual aqui na Terra, muito pelo contrário, Jesus disse que: “Quem quiser vim após mim, carregue a sua cruz...”. Não precisamos de representação, pois somos legítimos representantes de Deus na Terra.

O Papa não é o único a ter “contato direto” com Deus, se fosse assim o sacrifício de Jesus na cruz seria em vão, pois o véu que nos separada de Deus foi rasgado, acabando com o legado dos Sumo Sacerdotes que no Antigo Testamento intermediavam Deus e o povo judeu. Não existe mais essa representação, temos livre acesso a Deus. Intitular essa atribuição somente ao Papa é rasgar o sacrifício de Jesus na cruz.

Ninguém e nenhuma instituição religiosa pode se colocar como intermediadora e representante única de Deus, não podemos rasgar os fatos e fazer de nossas idéias e convicções realidades bíblicas. A ICAR ou qualquer outra igreja não é e nunca será o verdadeiro representante de Deus aqui na Terra, esse legado cabe a nós.

6 comentários:

  1. Viva o papa.rsrrsrs

    Show de boa brother.


    Abracos.

    ResponderExcluir
  2. Fala brow.

    Deixei um selo pra vc la no meu blog.


    Abracos.

    ResponderExcluir
  3. Eu nao sou fá da "Doutrina católica sobre o papado", mas entendo que os "porquès". de fato o Papa só é infalível quando fala "da Catedra" (após muitas consultas e protocolos com os Bispos e Cardeais), fora dela ele é um homem normal. Também nao acho que a doutrina católica releve o sacerdócio de todos os crentes, o papa é como se fosse o responsável por falar o que pensa a Igreja Católica Romana como um todo.

    Ou seja, disse tudo isso só pra dizer que apesar de nao concordar com muitas das Doutrinas católicas, entendo que elas nao saíram do nada, por acaso, mas que sao frutos de uma longa tradiçao e do trabalho de muitos homens de Deus da História.

    Também acho importante - é claro - quye você diga o que pensa sobre o assunto rsrs.

    Abraçao.
    Inté!

    ResponderExcluir
  4. Não sou católico, e apesar de concordar com a posição da ICAR sobre questões como a doutrina da Trindade e divindade de Cristo, não concordo com as demais, a exemplo da instituição do papado, do culto à Maria e aos santos.

    Sobre o termo 'Pontífice', foi tomado dos antigos sacerdotes do paganismo greco-romano. Vem do latim e significa 'ponte fixa'. É um absurdo, depois da obra de Cristo na cruz, um ser humano se intitular como o único capaz de manter contato com Deus.

    Obrigado pelo link, e eu gostaria que você comentasse meu texto 'Prison Break e o Evangelho de Cristo'.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  5. Se a bíblia é a "palavra de Deus", se a mesma "condena o Espiritismo", se a Igreja Católica, é a "única representante de Cristo na Terra", se o "papa" é "infalível". Porque então que com todos estes recursos, para a defesa da Igreja Católica, os seus bispos optaram, pelo assassinato do bispo Dom Aldo Di Cillo Pagotto?

    O Bispo Católico Dom Aldo Di Cillo Pagotto, arcebispo do Nordeste, deu uma entrevista ao porograma Espiritismo Via Satélite. Programa este apresentado pelo senhor Alamar Régis Carvalho. Durante a entrevista, Dom Aldo disse, li Paulo e Estevão, (obra psicografada por Chico xavier) quem não leu não sabe o que está perdendo. Estive com Chico Xavier e me vi diante de um santo. Durante um encontro da CNBB, em Santa Catarina, um bispo pediu satisfação a Dom Aldo, sobre a referia entrevista. Os ânimos se exaltaram, então os bispos disseram (haviam cerca de quinhentos bispos). Nós tiramos a reencarnação da Bíblia. Precisamos rever esta tese. Nós tiramos a mediunidade da Bíblia. Precisamos rever esta tese. Entusiasmado com o fato, o Senhor Alamar promoveu com o auxílio da USE, União das Sociedades Espíritas, O 1° Encontro Espírita do Estado de São Paulo ENCOESP. Encontro este que seria realizado, em Janeiro de 2001 no Anhembi. Estes mesmos Bispos pretendiam fazer, uma reforma no Cristianismo, a partir do Brasil, e apresentar ao mundo o Espiritismo, com sendo o Cristianismo redivivo. O senhor Alamar disse inclusive, que os espíritas que fossem ao encontro, ficariam surpresos. Pois o Anhembi estaria lotado de bispos da igreja católica, pois participariam do evento, bispos do Brasil e do mundo. Estavam convidados para serem os palestrantes, Dom Aldo Di Cillo Pagotto, o padre José Linhares Pontes, que é ou era deputado federal pelo Ceará, e o pastor protestante Nehemias Marien. Só Dom Aldo Pagotto não pode ir. O motivo pelo qual Dom Aldo não pode comparecer, foi que trinta por cento daqueles bispos, que estavam no encontro da CNBB em Santa Catarina, disseram: Se for para a acabar com a Igreja Católica, vai ter sangue no Anhembí. Ameaçando assim matar a tiros de metralhadora Dom Aldo Pagoto, caso ele compareçesse ao evento. Houve uma reunião de emergência, pensaram ou em chamar a polícia, ou avisar a imprensa. Foi decidido então que era cedo, para os bispos fazerem tal afirmativa, a respeito da doutrina espírita. O Dom Aldo recuou, e o evento não aconteceu da forma como havia sido previsto. O senhor Alamar Régis Carvalho é hoje presidente da Rede Visão de TV.

    ResponderExcluir

Faça seu comentário, não tente ofender ninguém, use esse espaço para um debate maduro. obrigado!