quinta-feira, 22 de novembro de 2007

UM VÍDEO PRA PENSAR

video

A humanidade tem jeito...

terça-feira, 20 de novembro de 2007

DEUS: UMA FONTE DE RENDA


Por muitos anos essa prática (de usar o nome de Deus para enriquecer) vem sendo usada. Não é nenhuma novidade. Em diversas religiões sempre existiram aqueles que usurpavam da verdade para tirar o dele ($$$$$). Mas, nesses últimos anos vem acontecendo com maior freqüência no meio evangélico.

O que dizer de Congregações que visam em seus cultos apenas o dinheiro? Algumas igrejas evangélicas estão perdendo o foco (Cristo). Estão deixando de fazer uma adoração cristocentrica, em vez disso fazem uma adoração voltada ao todo poderoso “dinheiro”.

Não sou contra a arrecadação para “sustento da obra”, não sou contra o pastor “receber uma ajuda”. Mas o que nós estamos vendo são pastores enriquecendo a custas de um povo sofrido. Pastores que ostentam riquezas, que tiram da igreja até a última gota de níquel.

E mais, agora com essa modinha de música gospel, as coisas estão tomando proporções bizarras. Acompanhem meu raciocínio: “Você teria coragem de cobrar cachê para louvar e adorar a Deus?” Muitos cantores evangélicos tem. É uma vergonha isso, pra fazer showzinho pra Deus tem que cobrar. Usar um dom que Deus deu pra tirar vantagem sobre o povo é um desatino. Esse mercado fonográfico arrecada milhões por ano, com a venda de CD`S e DVD`S, não precisa esses “camaradas” cobrarem para dar show, aliás, esse tipo de evento muitas vezes é usado para que políticos fiquem “bem na fita”. Não sou contra os cantores ganharem dinheiro com seu dom, mas usarem esse dom para tirar dinheiro do povo é estelionato.

Deus, como eu já escrevi neste blog, está virando o negócio da século, muitos aproveitadores já perceberam isso e estão lesando nossas igrejas, estão tirando vantagem de um povo sofrido e muitas vezes ingênuo. Não podemos deixar isso acontecer. Devemos denunciar esses falsos profetas, não com violência, mas mostrando que o verdadeiro evangelho não necessita de riqueza, mas sim de Cristo em nossos corações.

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

SAI DESSA LULA!


Estava pensando que o presidente Lula havia percebido que Hugo Chávez era um mal para a América Latina, mas me enganei. Em entrevista o presidente Lula veio defender o presidente venezuelano. Eles são amigos, podemos entender que Lula estava defendendo uma amigo. Mas, Lula mais uma vez mostrou que “não sabe de nada”, além de não ver (ou fingir que não viu) o que o presidente Hugo Chávez está fazendo na Venezuela (impondo uma ditadura silenciosa, acabando com a economia com pacotes econômicos que não deram certo em lugar nenhum e acabando com a relação com países que podem contribuir com o crescimento venezuelano) o presidente está achando normal que o bolivariano mude para 7 anos o mandato do presidente, que seja infinito a sua reeleição e que junto com tudo isso Chávez tenha acumulado “poderes especiais” que nenhum presidente no continente tem.

Lula chegou a citar países parlamentaristas, disse que seus primeiros ministros ficam por muito tempo no poder. Só esqueceu de citar que nenhum desses primeiros ministros tem total autonomia para fazer o que quer, não citou que em muitos casos eles não são eleitos pelo povo, mas sim pelo partido vencedor das eleições do parlamento (que é dono da cargo) e que esse premier diferentemente do sistema presidencialista pode perder o cargo em apenas alguns dias.

Lula não entende nada de sistema governamental, para ele só existe presidencialismo, e que Chávez está fazendo é apenas imitar países parlamentaristas, como o Presidencialismo e o Parlamentarismos fossem o mesmo sistema. Não sei se o presidente Lula é ignorante ou finge ser. Lula não caia na lorota chavista, estude, vá aprender para depois emitir sua opinião.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

CHAVEZ - UMA PIADA EM FORMA DE GENTE - 1


A América do Sul foi palco de grandes absurdos políticos, as ditaduras aqui existentes foram fortes e cruéis. Muita gente perdeu a vida, a repressão era forte.Depois de muita luta e sofrimento a democracia está a consolidar. Não que a democracia seja perfeita, mas é a forma mais justa de se governar.

Estava tudo caminhado para a democratização total do continente, até surgir um governante bem esquisito. Esse governante é Hugo Chávez que se tornou presidente da Venezuela. No começo as coisas até que foram razoáveis, mas depois que Chávez sofreu o “golpe” as coisas tomaram outro rumo. “Golpe” esse que foi tão repentino quanto rápido.

Depois do “golpe” Chávez se transformou, militar na sua essência, Chávez começara a bravata. Chávez começou a atacar, como bom militar usou de sua metralhadora (boca) para atingir nações e povos.

Quem se lembra de Chávez chamando o ex-presidente do Peru de batedor de carteira? Foi até engraçado. Foi... mas não teve motivo para risos, pois esse homem não sabe a responsabilidade que tem como chefe de estado? Chávez se prestou a um papel de menino mimado pela mãe (Exercito Venezuelano).

Outra vez, Chávez chamou o presidente dos EUA de demônio em plena ONU (em NY). Sabemos que Bush não é uma boa pessoa (eufemismo), mas também sabemos que fazer circo e tentar aparecer é coisa de uma pessoa desequilibrada mentalmente.

CHAVEZ - UMA PIADA EM FORMA DE GENTE - 2


Como estamos percebendo, Chávez é professor da bravata. Ele quer ganhar no grito. Chávez, não contentando com as anedotas por ele contadas, resolveu transformar a Venezuela em uma sociedade socialista, mas um socialismo criado por ele, dando uma de Karl Marx, mas sem qualquer capacidade intelectual para isso. Esse novo socialismo denomina-se Socialismo Bolivariano. Inspirado em Simon Bolívar, que também foi um combatente do imperialismo, mas esse bem mais coerente que o seu pseudo imitador Hugo Chávez. Aliás, Chávez se esconde nesse passado para iludir o povo e com isso promover seus fantasiosos desejos.

Como socialismo? Sim, mas esse é o socialismo de Chávez, aliás não é socialismo, é ditadura. Mudando leis, passando por cima da liberdade, derrubando a oposição, criando um único partido, Chávez está promovendo em seu país uma ditadura. Partido esse que Chávez teve a cara de pau criar e pedir dinheiro a ele, pedindo doações de objetos ao partido. Em vez de Chávez dar e que é receber.

Chávez manda e desmanda na Venezuela, fechou canal de TV, ameaça as empresas e industrias de estatização. Faz e acontece. Impõe leis arbitrárias, tais como a lei que impede que ele seja criticado. A mudança da constituição, como foi proposta pelo Chávez, irá impor a Venezuela uma ditadura. O que ele quer fazer é se perpetuar no cargo. Essa nova constituição não tem nada haver com o movimento bolivariano, isso tem haver é com o poder que Chávez não que largar.

CHAVEZ - UMA PIADA EM FORMA DE GENTE - 3


O difícil é ver nosso presidente amiguinho com Chávez, depois que Chávez incentivou Evo Morales (outro piadista) a estatizar a Petrobras na Bolívia. Nada contra estatização, mas a foram que aconteceu foi ilegal. Chávez só queria que a Petrobras perdesse terreno, pois a Venezuela tem interesse em explorar o petróleo boliviano. Com a descoberta dessa área petrolífera em Santos, Chávez tomou um tapa na cara. Quis dar uma de simpático ou sínico não sei, ao comentar a descoberta da Petrobras.

Chávez, de idéias loucas e até engraçadas quer ingressar no Mercosul, não sei pra que, ele não entende nada de mercado. Com essa vontade impetuosa de entrar no Mercosul, ele mais uma vez cometeu uma gafe internacional e fez do Congresso Brasileiro chacota. Aliás, esse tal imperialismo que Chávez tanto critica, ele pratica (ou tenta) na América do Sul.

Muita gente acredita no Chávez, até fora da Venezuela. Mas, eles não sabem que Chávez está levando a Venezuela para o buraco. Com esse estilo de governar e essas idéias bolivarianas deturpadas Chávez está quebrando a Venezuela.

O episódio de Chávez e o Rei da Espanha Juan Carlos teve um gostinho de revanche, depois de tanta bravata que Hugo Chávez fez, ser mandando calar a boca em uma reunião com outros chefes de estado foi uma alegria. Acho que todos nós devemos mandar esse piadista calar a boca.

PORQUE NÃO SE CALA? CHAVEZ...

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

A RELIGIÃO MATA

A religião nasceu para ligar(ou religar) o homem a Deus, não importando a religião que fosse. Mas esse sentido de religião perdeu o significado com o passar do tempo. Foram tantas as descaracterizações, que a religião começou a matar. Esse fenômeno aconteceu com a maioria das religiões, mas nesse texto vou aborda somente a religião cristã.

O cristianismo nasceu para aproximar as pessoas, esse foi o desejo de Jesus : “Quem ama a Deus e aborrece o seu irmão é mentiroso” (interpretação do autor). O cristianismo tem uma base de paz. Nunca no N.T Jesus disse ou seus discípulos disseram que o confronto era um meio de “evangelização”, ou até mesmo forçar a barra (exemplo: os jesuítas com os índios). O cristianismo é uma religião de paz. Jesus dito “Príncipe da Paz”, não veio fazer guerra, mas sim proclamar a Paz entre as pessoas.

Mas, então porque matar(aram) em nome de Deus?

Com o passar do tempo, o cristianismo de perseguido se tornou a religião oficial de Roma. Essa mudança aparentemente benéfica se tornou o maior erro da Igreja em minha concepção. A Religião se tornou um tipo de Estado autoritário, aonde o imperador era o Papa. Então como expandir esse reinado? A Igreja não pensou duas vezes em proclamar a guerra para poder expandir seu território. Com a desculpa de defender a fé e proclamar o evangelho a igreja se tornou um instrumento de matança.

A Santa Inquisição e demais cruzadas santas, dizimaram povos, facções políticas, cientistas, e muita, muita gente que apenas expôs o seu pensamento. Mas, aí nos cabe a pergunta: Será que a Igreja matou, apenas para “defender” a sua fé? Claro que não, seus interesses eram mais profundos ($$$$$$$). Além de condenar, a Igreja por muitas vezes usurpava os bens dos réus. Sim meus caros, a Igreja por fim só queria o dinheiro.

Essa prática terrível se espalhou pelo cristianismo e também virou moda entre os protestantes, tanto na Europa como na América com a “Caça as bruxas” puritana. Na America latina os jesuítas impuseram um forte e desumano adestramento em nome de Deus. Na história do cristianismo houveram chacinas e mais chacinas, houveram atrocidades terríveis em nome de Deus, mas não foi Deus que ordenou essa matança.

Ao analisarmos a história vemos que a Religião é apenas desculpa para os homens satisfazerem seus desejos. A Religião ao longo dos séculos foi moldada a interesses particulares. Religião que era para ligar o homem a Deus, nos moldes de hoje a Religião virou uma grande arma para que homens de má fé inventem dogmas e saqueiem o povo.

Não podemos culpar Deus, o verdadeiro cristianismo é baseado no amor. Não culpe Deus pelos nossos erros. Tenha na mente que religião mata e que Cristo vivifica. Não siga religião, siga a Cristo, siga os seus atos de amor, siga seu exemplo.